Kremlin acusa Biden de não querer melhorar relações com a Rússia

Fotografia: Steve Harvey/Unsplash

O Kremlin defendeu esta quinta-feira que as declarações do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden – nas quais considerou o presidente russo, Vladimir Putin, “um assassino”- demonstram que não quer melhorar as relações com a Rússia.

“Digo apenas que são muito más declarações do presidente dos Estados Unidos. Demonstram que não quer melhorar as relações com o nosso país, e para a frente vamos partir disso”, afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, na sua conferência de imprensa diária.

Interrogado sobre se Putin irá reagir pessoalmente às declarações do seu homólogo americano, Peskov disse desconhecer a possibilidade, acrescentando que o que aconteceu nunca tinha acontecido na história das relações entre os dois países: “Estas declarações são muito más”, acrescentou o porta-voz, que salientou que a questão de como melhorá-las não deve ser colocada à Rússia.

O porta-voz de Putin deixou sem resposta uma pergunta sobre a possibilidade de uma ruptura nas relações diplomáticas com Washington: “De momento não tenho nada a acrescentar sobre esta questão. Já vos disse desde onde vamos começar a partir de agora”, disse.

Entretanto, a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova, disse que Moscovo espera explicações dos EUA para as palavras de Biden sobre Putin.

Na quarta-feira, numa primeira reacção às declarações de Biden, a Rússia chamou o seu embaixador em Washington, Anatoli Antonov, a Moscovo para consultas “a fim de analisar o que fazer e em que direcção avançar no contexto das relações com os EUA”, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

Este facto, sem precedentes nas relações entre os dois países, foi descrito na quinta-feira como “a única acção possível nesta situação específica” pelo vice-presidente do Senado russo, Konstantin Kosachov: “Retirar o embaixador é uma medida muito forte, depois disso, na realidade, só falta a ruptura das relações diplomáticas”, disse o senador, citado pela agência Interfax.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.