Covid-19. Primeira-ministra norueguesa na mira das autoridades

Fotografia: Michael Fousert/Unsplash

As autoridades norueguesas abriraram esta sexta-feira uma investigação para determinar se a primeira-ministra, Erna Solberg, violou as restrições estabelecidas pelas autoridades para o combate ao coronavírus na celebração do seu aniversário. Solberg e a sua família alugaram dois apartamentos na estância de Inverno de Geilo, no sudeste do país, no mês passado para celebrar o 60º aniversário da chefe de Governo, de acordo com a televisão pública norueguesa NRK.

Treze pessoas reuniram-se num restaurante a 25 de Fevereiro, um ajuntamento manifestamente contra as regras em vigor, que proíbem mais de dez de se reunirem para um evento privado, mas Solberg não pôde estar presente porque teve de viajar à última da hora para Oslo para ser tratada por um oftalmologista: “Eu, que falo todos os dias com noruegueses sobre as regras, devia conhecê-las melhor. Mas a verdade é que não o fiz suficientemente bem e não sabia que quando uma família sai junta e há mais de dez deles é considerado um evento”, disse Solberg à NRK.

A primeira-ministra disse que só queria “pedir desculpa”, algo que também fez na sua página de Facebook.

Solberg também reconheceu que no dia seguinte à visita ao restaurante, catorze pessoas, desta vez com ela também incluída, reuniram-se num apartamento para outro jantar de celebração, o que no mínimo seria contra as recomendações nacionais para reuniões privadas: “A investigação deve esclarecer o que aconteceu e se existe uma violação das regras locais ou nacionais”, disse a polícia do distrito em comunicado.

Uma vez concluído o relatório policial, caberá ao Ministério Público decidir se existe base para uma acção judicial contra Solberg e a sua família, que poderão ser forçados a pagar uma multa.

A conservadora Solberg exerce desde 2013 como primeira-ministra da Noruega, que irá realizar eleições legislativas no próximo dia 13 de Setembro.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.