Covid-19. Pandemia de festas clandestinas assola Madrid

Fotografia: Kelsey Chance/Unsplash

Centenas de festas clandestinas continuam a ocorrer em Madrid. A polícia da capital espanhola viu-se obrigada a intervir neste fim de semana em 414 festas ou reuniões ilegais, 38 delas em alojamentos turísticos. noticiou a agência espanhola Efe.

A quantidade total de eventos clandestinos que decorreram entre a noite de sexta-feira até ontem, contudo, é inferior à do fim de semana anterior, quando foi atingido o recorde de 442.

Desde o início do estado de emergência em Espanha, em 25 de Outubro do ano passado, a polícia de Madrid encerrou 6.894 festas ou celebrações, que contavam com a participação de cidadãos locais, mas também de diversos estrangeiros.

Em alguns dos eventos do último fim de semana havia um número de pessoas superior ao permitido, e diversas pessoas não usavam máscara e desrespeitavam outras normas impostas pelas autoridades, como a distância mínima de dois metros.

A polícia madrilena emitiu 452 propostas de multa por aglomerações ao ar livre para consumo de bebidas alcoólicas e multaram 1.175 pessoas por estarem nas ruas sem justificação durante o recolher obrigatório que vigora em Madrid.

Na capital espanhola, a proibição de sair de casa prolonga-se das 23h às 6h.

A proliferação das festas clandestinas, também registadas em cidades como Barcelona e Alicante, sobretudo nos fins de semana, preocupa as autoridades, que estudam retirar ou, pelo menos, suavizar as restrições às actividades económicas durante a Semana Santa.

Espanha contabiliza desde o início da pandemia 3.149.012 contágios e 71.138 mortes.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.