Israel já vacinou quase metade da população

Fotografia: Levi Meir Clancy;

Israel quer tornar-se o primeiro país do mundo a colocar a Covid-19 para trás das costas e continua a vacinar a um ritmo surpreendente., As autoridades israelitas já inocularam cerca de metade da população com pelo menos uma dose, enquanto mais de um terço já recebeu a segunda.

O Governo israelita quer imunizar a maioria dos cidadãos até ao final de Março e reabrir o país em Abril. Israel, com cerca de 9,2 milhões de habitantes, vacinou mais de 4,6 milhões com uma dose contra a Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde. O executivo liderado por Benjamin Netanyahu lidera o processo de vacinação mais rápido do mundo em termos da percentagem de população inoculada.

Ao mesmo tempo, mantém uma taxa de falecimentos relativamente moderada. O número de infecções, por sua vez, caiu ligeiramente nas últimas semanas, uma diminuição que os especialistas atribuem em parte ao avanço da imunização, após um terceiro bloqueio nacional de seis semanas que começou a ser suspenso em Fevereiro, levando a uma redução gradual da economia.

A vacinação está disponível há semanas a todos os israelitas com mais de 16 anos, e a taxa de inoculação entre idosos com mais de 70 anos ultrapassa  os 90 por cento, mais de 80 por cento dos habitantes com mais de 50 anos já receberam a primeira dose, e os inoculados com idades entre 20 e 29 são quase 60 por cento.

Em Fevereiro, as mortes e internamentos de pacientes graves com Covid-19 também diminuíram, embora o Ministério da Saúde avise que ainda não é possível baixar a guarda e pede às autoridades que tomem medidas com cautela.

O número de casos diários tem-se mantido à volta dos 4 mil, um número que o Ministério considera ainda muito alto para que as restrições sejam totalmente abolidas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.