Moçambique. Mais de uma centena de golfinhos encontrados mortos

Fotografia: Wynand Uys/Unsplash

Pelo menos 111 golfinhos foram encontrados mortos numa praia do Parque Nacional do Arquipélago de Bazaruto, no sul de Moçambique. Uma equipa de especialistas deslocou-se ao local para monitorizar a situação, informou esta quarta-feira a Administração Nacional de Áreas de Conservação (ANAC) do país.

Os golfinhos, da espécie “stenella longirostris”, foram descobertos sem vida entre domingo e terça-feira na costa oeste da ilha de Bazaruto, ressaltou a ANAC na sua página na rede social Facebook: “Está a ser realizada uma investigação para averiguar as causas de morte”, disse a instituição, especificando que os animais “não mostravam sinais de ferimentos”.

“As vísceras foram retiradas com a intenção de verificar se tinham consumido algo estranho que tivesse causado a sua morte, mas nada foi encontrado a olho nu. As amostras serão enviadas para o laboratório para análise posterior”, informou o organismo.

Uma equipa conjunta liderada pelo vice-ministro moçambicano do Mar, Águas Interiores e Pescas de Moçambique, Henrique Bonjece, foi para a ilha de modo a acompanhar os especialistas e investigadores que trabalham no terreno.

O Parque Nacional do Arquipélago de Bazaruto (PNAB) alberga mamíferos marinhos como dugongos, baleias, golfinhos e outros, assim como 180 espécies de aves, 45 de répteis, 16 de mamíferos terrestres, 500 de moluscos marinhos e costeiros e 2.000 espécies de peixes.

Localizado na província de Inhambane, o PNAB cobre uma área de 1.430 quilómetros quadrados e foi criado a 25 de Maio de 1971, quando o território estava ainda sobre domínio português, sendo o primeiro parque marinho do país.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.