Hong Kong. Carrie Lam recebeu vacina da Sinovac

Fotografia: Governo de Hong Kong;

A chefe do Governo da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong, Carrie Lam, recebeu uma dose da vacina contra a Covid-19 da farmacêutica chinesa Sinovac esta segunda-feira, bem como outros responsáveis pelo governo da antiga colónia britânica. O momento em que a vacina foi administrada foi transmitido ao vivo pela televisão para reforçar a confiança do público na solução desenvolvida pela farmacêutica chinesa.

A CoronaVac, da Sinovac, é a primeira vacina contra a Covid-19 adoptada em Hong Kong. A da Pfizer/BioNTech deve chegar à Região Administrativa Especial antes do final de Fevereiro.

A distribuição da vacina acontece depois de outras cidades desenvolvidas terem iniciado a campanha de vacinação e está muito atrás da campanha na China continental, que arrancou em Julho do ano passado.

Lam foi filmada a receber a primeira dose da vacina num centro montado na biblioteca central de Hong Kong. Os secretários do Governo, incluindo a secretária de Saúde, Sophia Chan, e o secretário-chefe da Administração, Matthew Cheung, fizeram fila para ser vacinados depois da líder do Governo.

Durante uma entrevista concedida após a sua vacinação, Lam pediu que todos os residentes tomem a vacina: “Isto exige a colaboração plena do povo de Hong Kong para ajudar a sociedade de Hong Kong a recuperar o mais cedo possível”.

Chan disse à Reuters que o governo está a tentar tranquilizar os habitantes que receiam receber a Sinovac, afirmando que os padrões não foram reduzidos para se aceitar a vacina e que não houve pressão de Pequim para que o fármaco fosse aprovado.

Por outro lado, o governo disse que os residentes podem escolher o tipo de vacina que querem receber.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.