Vacinação. Proibidos anúncios “irresponsáveis” da Ryanair

A Agência de Padrões de Publicidade britânica (ASA, siglas em inglês) informou esta quarta-feira que proibiu a Ryanair de voltar a difundir anúncios que considerou de “mau gosto” e “irresponsáveis”, ao apresentarem informação enganadora sobre a campanha de vacinação contra a covid-19.

A companhia ‘low cost’ irlandesa apresentou em finais do passado Dezembro e princípios de Janeiro uma oferta de voos para o Verão, e na campanha publicitária indicava que “as vacinas estão a chegar”, encorajando o consumidor a reservar bilhetes com o slogan “jab and go” (“vacina-te e vai”).

A Ryanair retirou os anúncios na semana passada, prevendo o parecer negativo do regulador britânico, mas reiterou que não está de acordo com as conclusões da entidade. A ASA indicou esta quarta-feira que recebeu mais de 2.000 queixas sobre a campanha.

O regulador explicou que deu razão aos consumidores descontentes porque consideram que os anúncios da companhia aérea dão a entender que a maioria da população do Reino Unido vai estar vacinada na Primavera ou Verão e que poderá ir de férias.

Além de “enganadora”, a ASA também disse que a publicidade da Ryanair é “irresponsável” e “de mau gosto”, mas não concordou que esta esteja a “trivializar” o impacto da pandemia de coronavírus na população ou que seja “ofensiva”.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.