Covid-19.Bilionário mexicano Carlos Slim infectado

Carlos Slim, o magnata mexicano das telecomunicações, de 80 anos, está infectado com a Covid-19 e apresenta “sintomas leves” há mais de uma semana, informou o seu filho mais velho na segunda-feira.

A notícia de que Slim, o homem mais rico da América Latina, adoeceu com Covid-19 foi divulgada minutos antes do encerramento das bolsas de valores do México e de Nova York.

O seu filho, Carlos Slim Domit, informou no Twitter que o dono da América Móvil foi a um hospital público “para fazer análises clínicas, acompanhamento e tratamento oportuno”: “Ele está muito bem. Teve uma evolução muito favorável para a Covid-19, com mais de uma semana de sintomas leves”, acrescentou Slim Domit,, sem especificar em que dia o seu pai foi diagnosticado.

Através da sua fundação, Slim financiou a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório britânico AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

O imunizador é produzido na Argentina e começou a ser embalado no México para distribuição sem fins lucrativos na América Latina.

Slim é o homem mais rico da América Latina, com uma fortuna estimada em 59,9 mil milhões de dólares, de acordo com a revista Forbes, que o coloca em 21º lugar entre os milionários do mundo.

A América Móvil é a empresa de comunicações móveis dominante no mercado latino-americano e está presente na Europa, Áustria e Estados Unidos.

O contágio de Slim veio a público um dia depois de o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, anunciou que testou positivo para a Covid-19.

O governo informou nesta segunda-feira que o presidente está “bem e forte” e a despachar trabalho no Palácio Nacional.

José Kuri Harfush, um empresário próximo a Slim e que era conselheiro em duas empresas do magnata, morreu de complicações relacionadas com o novo coronavírus em Julho passado, aos 71 anos de idade.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.