Xi Jinping inaugura Davos virtual com pedido de “união global”

O presidente da República Popular da China, Xi Jinping, inaugurou na segunda-feira uma inédita edição virtual do Fórum de Davos com um pedido de união global acima das diferenças de modo a combater a pandemia de covid-19, que levou o mundo “à sua pior crise desde a Segunda Guerra Mundial”.

“Não há dúvidas de que a humanidade vencerá o vírus e sairá mais forte deste desastre”, comentou Xi, cujo discurso transmitido desde o Grande Palácio do Povo de Pequim deu início a uma semana de reuniões bilaterais nas quais será debatido como o mundo pode recuperar das consequências da pandemia.

Xi afirmou que “o mundo não voltará a ser o que foi no passado” e pediu que a comunidade internacional se adapte às novas realidades pós-pandemia, “aumentando a coordenação das políticas macroeconómicas para promover conjuntamente um crescimento sustentável, equilibrado e inclusivo”.

“É preciso abandonar os preconceitos ideológicos e seguir um caminho de coexistência pacífica, benefício mútuo e cooperação para que todos ganhem”, respeitando as diferentes histórias, culturas e sistemas sociais de cada país, comentou.

De acordo com o presidente chinês, “o que deve alarmar é a arrogância, o preconceito, o ódio e as tentativas de impor uma hierarquia à civilização humana”.

Xi pediu no seu discurso o apoio internacional a instituições como a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Organização Mundial do Comércio (OMC) e ao Acordo de Paris.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.