Câmara de Comércio “compreende e respeita” recusa de Ho Iat Seng

Fotografia: RTHK

A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa diz compreender a decisão, comunicada por Ho Iat Seng, de não receber o Prémio Personalidade do Ano com que a organização distinguiu o Chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau. O líder do Governo terá comunicado, ainda na terça-feira, aos associados da CCILC a indisponibilidade para receber o galardão.

A organização justificou a atribuição do Prémio Personalidade do Ano a Ho Iat Seng com “o contributo para o desenvolvimento das relações económicas e comerciais entre Portugal e a República Popular da China no primeiro ano enquanto chefe do Executivo, assim com o exemplar em ano de crise pandémica”.

Apesar do Chefe do Executivo se ter mostrado indisponível para receber o prémio, a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa defende que a escolha do líder do Governo da RAEM foi a mais acertada e que as razões que sustentam a atribuição do prémio a Ho continuam válidas: “Compreendemos e, acima de tudo, respeitamos que a natureza pública da função implica a impossibilidade de receber o prémio sem autorização prévia. Contudo, trata-se apenas de uma manifestação de que, na nossa opinião, o Dr. Ho Iat-Seng é a Personalidade do Ano pelas razões elencadas na respectiva noticia”, assinala Vítor Costa, gestor de comunicações da CCILC em declarações a o Expediente Sínico.O Prémio Personalidade do Ano, recorda o responsável, é uma “atribuição anual cuja selecção do nomeado é da responsabilidade exclusiva da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC).”

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.