Combate à pandemia continua a ser a grande prioridade em 2021, assume Ho Iat Seng

O chefe do Executivo, Ho Iat Seng, defendeu na quinta-feira, na tradicional mensagem de Ano Novo, que “o reforço constante” da saúde pública e “a entrada da vacina” vão permitir vencer a “grande batalha epidémica” da Covid-19. O combate à pandemia vai continuar a ser, para o Governo do território, a grande prioridade para o novo Ano que hoje arranca.

“Com o reforço constante da capacidade da saúde pública e a entrada da vacina no mercado, venceremos seguramente esta grande batalha epidémica”, disse Ho Iat Seng. O chefe do Executivo garantiu que as autoridades vão continuar empenhadas na “promoção da normalização da prevenção e controlo da epidemia e na missão de ‘prevenir casos importados e evitar o ressurgimento interno'”.

A missão não se prefigura fácil e exige, da parte do Governo e da população, a persistência incansável de todos na aplicação e coordenação das acções de prevenção da pandemia de Covid-19, sublinhou Ho, numa mensagem escrita dirigida à população e difundida, no derradeiro dia de 2020, pelo Gabinete de Comunicação Socia (GCS).

Para o líder do Governo, a pandemia de Covid-19 “mudou de forma profunda a percepção das pessoas sobre a vida e a saúde”, representando um desafio sem precedentes para Macau e o mundo. O ano de 2020 foi exigente e “particularmente difícil”, mas também ficou “marcado pela solidariedade na superação das dificuldades”, destacou Ho Iat Seng. O Chefe do Executivo sublinhou que o Governo introduziu várias medidas de estabilização da economia e de garantia do emprego e da qualidade de vida da população.

O território registou, no ano que ontem terminou, “de um modo geral, uma conjuntura socio-económica estável”, considera Ho Iat Seng, muito graças à política de incentivos económicos potenciada pelo Executivo na resposta ao impacto que a Covid-19 teve no tecido económico do território.

Ho Iat Seng assume que o Executivo que lidera sempre “colocou a vida e a saúde dos residentes em primeiro lugar” e o melhor exemplo de uma tal atenção foi a promoção “atempada e firme” de várias medidas de prevenção e combate à pandemia: “Estou convicto de que, com o forte apoio do Governo Central e o esforço conjunto de toda a população, a RAEM [Região Administrativa Especial de Macau] superará as dificuldades que enfrenta e alcançará novos desenvolvimentos e progressos em prol da implementação estável e duradoura do princípio ‘Um País, Dois sistemas’, com características de Macau”, disse.

Para 2021, Ho Iat Seng pediu “confiança e coragem para vencer as diversidades”, prevendo “a coexistência de oportunidades e desafios, de esperança e de dificuldades”.

O chefe do Executivo garantiu que vai continuar a estimular “a recuperação da economia e a sua diversificação adequada”, destacando as “vantagens singulares de Macau e participar activa e pragmaticamente na ‘dupla circulação’ económica” do país e no desenvolvimento económico da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e da iniciativa ‘Uma Faixa, uma Rota’, “em prol da integração de Macau na conjuntura do desenvolvimento” chinês: “Iremos aproveitar as oportunidades que surjam e implementar pragmaticamente os planos delineados para 2021”, afirmou o líder do Governo. Ho Iat Seng asssegurou ainda que o território vai continuar a “cumprir o dever constitucional de defesa da soberania, da segurança e dos interesses do desenvolvimento do país” e “consolidar a base socio-política do amor pela pátria e por Macau”.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.