Holanda. Covid-19 elevou mortalidade para o maior patamar desde a Segunda Guerra Mundial

O número de óbitos na Holanda aumentou para o maior patamar desde a Segunda Guerra Mundial  devido à pandemia de coronavírus, disse o Gabinete Nacional de Estatísticas do país (CBS) esta terça-feira. Até a semana passada, cerca de 162 mil mortes foram relatadas no país de 17 milhões de habitantes, 13 mil a mais do que seria esperado num ano normal, disse o CBS.

“Tal aumento no número de falecidos não era relatado desde a Segunda Guerra Mundial”, explicou o organismo.

Cerca de 9 mil pessoas para além do que seria esperado morreram na primeira onda de infecções pela Covid-19 entre o início de Março e o início de Maio, disse o CBS, enquanto mais 6 mil mortes em excesso foram relatadas desde o início da segunda vaga em meados de Setembro.

O número de mortes foi menor do que o normal na maioria das demais semanas, disseram os estatísticos. No total, 770.400 pessoas foram diagnosticadas com a Covid-19 na Holanda desde o início da pandemia. Mais de 11 mil pacientes morreram por causa da doença.O número real de infectados e mortos pela Covid-19 é provavelmente significativamente maior, pois a falta de testes e de capacidade laboratorial fizeram com que somente pacientes em estado grave fizessem exames de detecção da doença nos primeiros meses da pandemia.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.