Reino Unido. Camionistas passam a segunda noite retidos perto de Dover

Centenas de camionistas passaram uma segunda noite nos seus veículos no condado de Kent, no sudeste de Inglaterra, à espera que França reabra a fronteira do túnel no Canal da Mancha, encerrada no domingo devido à crise despoletada pela descoberta de uma nova variante do coronavírus.

O Governo britânico estimou esta terça-feira que estão actualmente 945 camiões, com condutores de diferentes nacionalidades, retidos perto do porto de Dover.

As autoridades francesas decidiram na noite de domingo encerrar a sua fronteira com o Reino Unido depois de se confirmar a descoberta de uma nova variante do coronavírus, supostamente muito contagiosa, enquanto outros países optaram por suspender todos os voos para território britânico como medida de precaução.

O director da Associação britânica de Transportes por Estrada (RHA, em inglês), Rod McKenzie, disse esta terça-feira que o estado de espírito destes condutores é baixo, pois tiveram de passar “uma segunda noite estacionados algures, possivelmente na autoestrada, possivelmente noutro lugar, a tentar atravessar o canal. Muitos são condutores europeus que tentam chegar a casa a tempo do Natal”.

McKenzie queixou-se também que a Câmara Municipal de Kent só ontem lhes ofereceu uma barra de cereais, criticando o “mau esforço” por parte das autoridades locais: “Não estamos a tratar bem os camionistas nestas condições muito difíceis em que estão”, acrescentou.

Tal como o terminal de ferry no porto de Dover, o Eurotúnel, que liga o Reino Unido e França por baixo do Canal da Mancha, suspendeu no domingo o acesso ao seu terminal em Folkestone, no sudeste de Inglaterra.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.