Covid-19. Tailândia confina maior mercado de marisco do país

A Tailândia impôs no sábado um confinamento ao redor do maior mercado de marisco do país, perto de Banguecoque, onde foi detectado um surto local da pandemia de Covid-19.

Primeiro país a detectar um caso de infecção fora da República Popular China no início deste ano, a Tailândia manteve-se relativamente à margem da pandemia com pouco mais de 4.000 casos e 60 mortes registadas.

Mas no sábado à noite, as autoridades anunciaram 548 novos casos de contaminação relacionados com o mercado de venda marisco de Mahachai, a menos de uma hora de carro do centro da capital, Banguecoque.

As autoridades locais impuseram um confinamento rigoroso e o recolher obrigatório no mercado e nos seus arredores até ao início de Janeiro.

Escolas, estádios, campos de futebol e centros comerciais vão permanecer fechados, mas as eleições locais de domingo realizam-se conforme o previsto, contando com que os eleitores usem máscaras de protecção.

Segundo as autoridades de saúde, “90 por cento (dos casos) não apresentam sintomas, e a maioria são trabalhadores estrangeiros”, principalmente de Myanmar, que agora devem permanecer na província.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.