Portugal impõe recolher obrigatório na véspera de Ano Novo

Um toque de recolher obrigatório vai vigorar em Portugal a partir das 23 horas da véspera do Ano Novo, afirmou esta quint-feira o primeiro-ministro português António Costa. O Governo anunciou a introdução de novas medidas para reduzir a disseminação do coronavírus durante uma noite que é habitualmente movimentada.

“Temos que cortar totalmente as comemorações de Ano Novo”, disse António Costa aos jornalista, após uma reunião por videoconferência que manteve com o Governo. O primeiro-ministro anunciou ainda que as pessoas não poderão sair de casa entre as 23h e as cinco da manhã de 1 a 3 de Janeiro. Há duas semanas, Costa afirmou que os portugueses poderiam voltar para casa antes das duas da manhã da madrugada de Ano Novo, mas uma reavaliação das medidas levou em consideração a actual situação da pandemia e forçou o governo a dar um passo atrás: “O número de casos por semana está a cair, mas não tão rapidamente como antes”, disse Costa. O governante explicou que o governo decidiu apertar as medidas para o Ano Novo para que as regras no Natal não fossem tão severas.

Não há limite para o número de pessoas que se podem reunir em cada casa durante o Natal e a proibição de deslocações internas não será imposta entre 23 e 26 de Dezembro.

Portugal, com uma população de pouco mais de 10 milhões de pessoas, registou 362.616 casos confirmados de Covid-19 e 5.902 mortes até ao momento.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.