Cuscuz declarado Património Imaterial da Humanidade

Os conhecimentos, as práticas e as tradições relacionadas com a preparação e o consumo do cuscuz foram declarados Património Imaterial da Humanidade na quarta-feira.

Reunido por videoconferência, o Comité do Património da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), sob a Presidência da Jamaica, aprovou a candidatura do cuscuz a Património Mundial, apresentada em conjunto pela Argélia, Mauritânia, Marrocos e Tunísia.

Os quatro países argumentavam que tais saberes e práticas, parte integrante de seu património cultural, eram praticados por todas as populações da Argélia, Marrocos, Mauritânia e Tunísia, de todos os géneros, de todas as idades, sedentários ou nómadas, rurais ou urbanos, incluindo os imigrantes, e em todas as circunstâncias: dos pratos do dia a dia às refeições festivas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.