Suiça. Lisboa quer ver Portugal fora de lista vermelha

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, reiterou esta segunda-feira que a Suíça não tem motivos para incluir Portugal na lista vermelha dos países de risco no que toca à pandemia de Covid-19.  A governante garantiu que o Executivo liderado por António Costa está a tentar alterar a situação.

“Esta decisão foi tomada numa altura em que Portugal estava no pico da segunda vaga. Já não se justifica, porque nós temos menos novos casos por 100.000 habitantes do que tem a Suíça e o critério da Suíça é pôr na lista vermelha os países com mais casos do que a Suíça por 100.000 habitantes”, afirmou Berta Nunes.

Em declarações à agência Lusa, a Secretária de Estado revelou que recebeu várias queixas de portugueses que não se conformam com a medida. Muitos subscreveram uma petição para Portugal sair da lista vermelha. O abaixo assinado reunia na segunda-feira 11.878 assinaturas: “Temos desenvolvido contactos com as autoridades suíças, com o nosso embaixador na Suíça, que nos tem mantidos informados da situação, e aqui no ministério [dos Negócios Estrangeiros] estamos a desenvolver contactos para que a Suíça retire Portugal dessa lista vermelha, porque não se justifica”, adiantou.

Segundo Berta Nunes, a Suíça ainda não respondeu às pretensões portuguesas, mas o motivo que levou o país a colocar Portugal na lista não está actualizado.

Desde segunda-feira, todos os portugueses que viajem para o país de origem estão obrigados a fazer uma quarentena de 10 dias após o seu regresso a território suíço. Desde o início da pandemia, Portugal já registou 5.694 mortes e 350.938 casos de infecção pelo vírus SARS-CoV-2, estando ontem activos 71.012, menos 851 casos em relação a domingo.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.