Portugal. Ministério Público investiga acidente que matou Sara Carreira

O Ministério Público de Portugal anunciou na terça-feira a abertura de uma investigação que tem por objectivo “apurar as circunstâncias da morte” de Sara Carreira. A jovem cantora faleceu ao início da noite de sábado num violento acidente de viação nas imediações de Santarém.

De acordo com a imprensa portuguesa, que cita informações avançadas pela Procuradoria Geral da República, o inquérito é da responsabilidade do Departamento de Investigação e Acção Penal de Santarém.

A abertura de uma investigação criminal é habitual sempre que se registam mortes em acidentes de viação. Sara Carreira, filha do também cantor Tony Carreira, foi a única vítima mortal do um trágico acidente de viação que ocorreu junto à localidade de Póvoa da Isenta, em Santarém.
A cantora viajava num Range Rover Evoque conduzido pelo namorado Ivo Lucas, que ainda se encontra hospitalizado em estado grave. A viatura embateu numa de três viaturas que se encontravam paradas na faixa de rodagem da Autoestrada A1 na sequência de um choque em cadeia. O carro capotou e terá derrapado cerca de cem metros pelo asfalto.

No acidente também ficaram feridas, ainda que sem gravidade, a fadista Cristina Branca e a filha, de 10 anos, que seguiam numa das outras viaturas acidentadas.

O funeral de Sara Carreira decorre esta quarta-feira, com a jovem, de 21 anos, a ser sepultada no Cemitérios dos Prazeres, em Lisboa.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.