Morreu o primeiro piloto a romper a barreira do som

O norte-americano Chuck Yeager, uma lenda da aviação e o primeiro piloto a romper a barreira do som, morreu esta segunda-feira aos 97 anos. “Com profunda dor eu informo-vos que o amor da minha vida, o general Chuck Yeager, morreu pouco antes das 9 da tarde”, escreveu Victoria Yeager na conta do marido no Twitter.

“Teve uma vida incrível, bem vivida, foi o maior piloto dos Estados Unidos e o seu legado de força, aventura e patriotismo será recordado para sempre”, completou a viúva. Victoria não revelou a causa da morte do marido.

Yeager foi um piloto de combate na Segunda Guerra Mundial que ganhou fama ao romper a barreira do som no avião experimental Bell X-1 a 14 de Outubro de 1947.

A façanha ajudou a arrepiar caminho para o programa espacial norte-americano:

“Abriu a porta para o espaço, Star Wars, os satélites”, disse Yeager em 2007, numa entrevista à AFP. Os testes como piloto foram posteriormente imortalizados no filme de 1983 “The Right Stuff”.

Um contributo brilhante

Nascido a 13 de Fevereiro de 1923 na pequena cidade de Myra, na Virginia Ocidental, Yeager cresceu a consertar camionetes com o seu pai.

Com 18 anos, Yeager alistou-se na Força Aérea em Setembro de 1941, três meses antes da entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial. Começou como mecânico de aeronaves antes de lhe ter sido dada a oportunidade de treinar como piloto.

Também estabeleceu outros recordes da aviação, mas durante grande parte da sua carreira actuou como comandante militar de esquadrões de combate nas décadas de 1950 e 1960. Passou para a reserva da Força Aérea em 1975.

O director da Nasa, Jim Bridenstine, lamentou a “enorme perda” e elogiou o “carácter pioneiro e inovador” de Yeager.

“A coragem de Chuck e as suas façanhas são um testemunho da sua força permanente, que o tornou um verdadeiro americano. O trabalho da Nasa Aeronautics deve muito ao contributo brilhante que deu à ciência aeroespacial”, afirmou em comunicado.

Os testes de Yeager a bordo do Bell X-1, aparelho com o qual rompeu a barreira do som renderam-lhe o apelido de “homem mais rápido da Terra”.

O amigo de Yeager, Chalmers “Slick” Goodlin, outro piloto de testes para os Laboratórios Bell, descreveu numa ocasião o X-1 como uma “bala com asas”.

E de facto a aeronave foi concebida seguindo o modelo da bala calibre .50, com asas curtas e frente pontiaguda, o que permitia atravessar o ar com mais eficácia.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.