Covid-19. Coreia do Sul eleva alerta perante nova vaga em Seul

A man holding a pet dog takes a walk amid the coronavirus disease (COVID-19) pandemic at a park in Seoul, South Korea, November 13, 2020. REUTERS/Kim Hong-Ji

As autoridades sul-coreanas elevaram este domingo o alerta sanitário em Seul e na região metropolitana da capital. Na origem da decisão está o aumento do número de casos do novo coronavírus registado nos últimos dias.

A Coreia do Sul conseguiu inicialmente conter a epidemia, graças a uma estratégia agressiva de testes e de rastreio dos contágios. Nos últimos dias, no entanto, começaram novamente a aumentar os novos casos, ultrapassando o meio milhar por dia.

O Governo de Seul confirmou este domingo 631 novos casos, o número diário mais elevado dos últimos nove meses. As novas infecções foram detectadas, na grande maioria, em Seul e na periferia, anunciou a agência coreana de controlo e prevenção de doenças.

Em comparação com muitos outros países, o número pode parecer baixo. Mesmo assim, levou as autoridades a aumentarem exponencialmente as restrições: “Enfrentamos a crise mais grave desde o início da epidemia”, declarou este domingo primeiro-ministro Chung Sye-Kyun.

Todas as reuniões com mais de cinco dezenas de pessoas vão ser proibidas e as competições desportivas passam a realizar-se à porta fechada. Os cafés só estarão a funcionar para vender em regime de take away e o serviço de refeições nos restaurantes terá de encerrar às 21:00. As medidas agora decretadas vão vigorar pelo menos até ao final do ano, acrescentou Chung.

Desde o início da epidemia, a Coreia do Sul registou pouco mais de 37.000 casos do novo coronavírus.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.