Alemanha. Mergulhadores descobrem máquina Enigma no Mar Báltico

Uma equipa de mergulhadores alemães que procuravam redes de pesca descartadas no Mar Báltico depararam-se com uma rara máquina codificadora Enigma usada pelas tropas nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Os mergulhadores acreditam que o aparelho pode ter sido atirado para fora de um submarino, na sequência de um naufrágio

A princípio o arqueólogo submarino Florian Huber ainda pensou que tinha descoberto uma máquina de escrever presa numa rede de pesca no leito marítimo da Baía de Gelting, mas percebeu o significado histórico do achado mal o aparelho emergiu das águas gélidas do Báltico.

“Fiz muitas descobertas emocionantes e estranhas nos últimos 20 anos. Mas nunca sonhei que um dia pudesse encontrar uma das lendárias máquinas Enigma”, disse Huber.

Os militares nazis usavam os aparelhos para enviar e receber mensagens secretas durante a guerra, mas criptógrafos britânicos decifraram o código, ajudando os aliados a obterem uma grande vantagem na batalha naval pelo controlo do Atlântico.

A equipe britânica, liderada pelo matemático Alan Turino, no centro de decriptagem de códigos de Bletchley Park recebeu o crédito pela revelação do código, abreviando o conflito e salvando milhares de vidas.

Pouco antes da rendição alemã, em Maio de 1945, as tripulações de cerca de 50 submarinos obedeceram a ordem de afundar as embarcações na Baía de Gelting, próxima da fronteira dinamarquesa, para evitar entregá-las aos aliados. Destruir os artefactos de codificação foi parte desta ordem.

A máquina vai agora ser doado ao museu de arqueologia de Schleswig.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.