Bestas, sabres e golpes que tais. Residente de 34 anos suspeito de tráfico de armas

Fotografia: Ou Mun Tin Toi/TDM

A Polícia Judiciária anunciou esta terça-feira a detenção de um homem, de 34 anos, suspeito de posse e tráfico de armas proibidas. As autoridades do território apreenderam um total de cinco bestas, nove arcos e quase 250 flechas de comprimentos variados, para além de espadas e de aparelhos de electrochoque.

Os agentes da polícia de investigação do território responsável pelo caso acreditam que o suspeito, que trabalha numa instituição financeira local, terá adquirido as armas em plataformas de comércio electrónico da República Popular da China. Os instrumentos bélicos terão sido enviados para Macau por via de empresas de transporte logístico.

A descoberta, em Julho último, de uma besta em casa de um suspeito da autoria de um crime de violação esteve na origem da investigação agora concluída. O homem terá adquirido a besta ao suspeito, de 34 anos, agora detido. Munidos de um mandato judicial, elementos da Polícia Judiciária revistaram na segunda-feira o apartamento onde o homem vivia, na Taipa e foi lá que encontraram o material bélico agora apreendido.

De acordo com a emissora em língua chinesa da Rádio Macau, o homem é suspeito de operar, nas redes sociais, uma plataforma de venda de armas proibidas. As autoridades locais, que dizem que a plataforma em questão funcionava desde 2016, estão a tentar rastrear os clientes com quem o suspeito terá feito negociar. A PJ insta os residentes a não adquirir ou vender armas proibidas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.