Covid-19. Aeroporto Internacional de Xangai testa funcionários

Os funcionários do maior aeroporto internacional de Xangai, no leste da República Popular da China começaram esta segunda-feira a ser submetidos a testes de detecção após o registo de alguns casos de Covid-19 na metrópole, vinculados a funcionários de companhias aéreas .

A China controlou a epidemia desde a Primavera graças a testes, confinamentos ou quarentenas, e a vida retomou o ritmo quase normal, excepto em alguns focos localizados.

A cidade de Xangai, com 24 milhões de habitantes, registou em Novembro seis casos locais de Covid-19 relacionados com o aeroporto internacional de Pudong.

Na madrugada desta segunda-feira, profissionais da saúde com equipamentos de protecção levaram diversos funcionários para um parque de estacionamento para os exames de detecção da Covid-19.

Mais de 17.000 pessoas foram submetidas aos testes, de acordo com a agência estatal Xinhua, que citou ainda que os 11.500 resultados obtidos até o momento foram negativos.

Os funcionários que trabalham no transporte aéreo serão submetidos a partir de agora a exames periódicos de detecção do SARS-Cov2.

A China autoriza o uso de vacinas anti-Covid-19 experimentais para os casos urgentes, especialmente para profissionais da saúde ou trabalhadores e estudantes que viajam para o exterior.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.