França. Georgiano confessa que atirou em padre ortodoxo por vingança

Um homem admitiu que baleou um padre ortodoxo grego na cidade francesa de Lyon na semana passada, aparentemente num caso de vingança por adultério, informou o Ministério Público da cidade no sábado.c

O suspeito de 40 anos, natural de Geórgia, de acordo com o jornal Le Parisien, “é marido de uma mulher que mantinha uma relação com a vítima”, afirmou um comunicado do Ministério Público. O suspeito foi detido na sexta-feira, informou o jornal.

Nikolaos Kakavelakis, de 52 anos, foi baleado duas vezes à queima-roupa no dia 31 de Outubro, tendo ficado gravemente ferido. O religioso saiu do coma na quarta-feira e conseguiu contar aos investigadores quem o alvejou.

O padre tinha anunciado que tencionava deixar o sacerdócio um mês antes.

O evento aconteceu dois dias depois de um ataque jihadista a uma igreja em Nice (sudeste) que aumentou o clima de tensão e vigilância policial no país.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.