Atentado em Viena teve um único autor, diz Governo austríaco

O atentado terrorista que ocorreu no centro de Viena, na Áustria, foi realizado por um único autor, um jovem de 20 anos que foi morto pela polícia, segundo informou na quarta-feira o ministro da Administração Interna do país, Karl Nehammer.

De acordo com o ministro, foram analisados mais de 20 mil vídeos para que fosse compreendida a dinâmica da acção, que durou cerca de nove minutos: “Todo esse material, com mais de um terabyte de informação, foi avaliado na totalidade e confirma a teoria do único autor”, disse Nehammer em conferência de imprensa.

A polícia tinha apontado inicialmente que a acção tinha sido realizada por, pelo menos, duas pessoas e que uma delas tinha fugido, o que desencadeou uma grande operação de busca em toda a cidade e arredores e levou até a uma intensificação no controlo na fronteira com a Alemanha.

As autoridades locais chegaram a recomendar que, no dia seguinte ao ataque, a população permanecesse em casa. Apesar de já não haver a procura por um segundo suposto terrorista, o nível de alerta máximo continua a vigorar em Viena.

Segundo Nehammer, está a ser investigado o motivo do autor da acção, identificado como Kujtim Fejzulai, que nasceu em Viena de pais de origem albanesa e macedónia. O homem, de 20 anos, já tinha sido condenado a 22 meses de prisão por tentar juntar-se ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na Síria.

A organização terrorista reivindicou ontem a autoria do atentado através dos canais de propaganda que mantém. O grupo divulgou um vídeo em que o autor da acção aparece a jurar fidelidade ao Estado Islâmico.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.