Xinjiang. China conduz triagem em larga escala após surto em Kashgar

As autoridades chinesas lançaram uma nova campanha de condução de testes  em larga escala no noroeste do país, onde 137 casos de infecção pelo novo coronavírus foram detectados em Kashgar, indica a agência AFP.

Os testes, que se iniciaram na noite de sábado, vão abranger 4,75 milhões de pessoas dentro e nos arredores de Kashgar, na Região Autónoma Uigur de Xinjiang, depois de um jovem trabalhador de uma fábrica têxtil ter testado positivo ao Covid-19.

A República Popular da  China, país onde o coronavírus foi  pela primeira vez detectado no final de Dezembro último, antes de paralisar o mundo, tem conseguido conter a pandemia no seu território com o recurso a centenas de milhares de testes, medidas de contenção e restrições de circulação, mas surtos locais têm surgido esporadicamente.

Os novos casos positivos, todos assintomáticos, estão ligados a uma fábrica no condado de Shufu, onde uma jovem e os seus pais trabalham, revelou a Comissão Regional de Saúde de Xinjiang.

Até ao momento, mais de 2,8 milhões de amostras foram recolhidas na região afetada e os restantes testes estão programados para os próximos dois dias, adiantou o município local.

Kashgar , uma cidade mítica da antiga rota da seda, situada perto da fronteira com o Paquistão,  oAfeganistão, o Tadjiquistão e o Quirguistão – é uma das cidades mais emblemáticas da Região Autônoma Uigur de Xinjiang.

Muitos uigures dizem ser alvo de perseguição política e religiosa pelas autoridades chinesas, o que Pequim tem vindo a negar sistematicamente.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.