Alemanha. Situação sanitária é “muito grave”, alerta Instituto Robert Koch

A Alemanha está a passar por uma situação sanitária “muito grave” devido ao aumento dos contágios pelo novo coronavírus, advertiu nesta quinta-feira o Instituto de Vigilância Epidemiológica Robert Koch (RKI), depois de o país registou 11.287 novos casos nas últimas 24 horas.

“A situação é globalmente muito grave”, afirmou numa conferência de imprensa entrevista Lothar Wieler, presidente do organismo.

Desde o início da epidemia, pelo menos 380.762 pessoas foram infectadas na Alemanha e 9.875 morreram devido à Covid-19: “O vírus pode estar a propagar-se sem controlo em algumas áreas desde Setembro”, declarou Wieler, antes de explicar que os “jovens são actualmente os mais expostos à doença “.”Quanto mais pessoas são infectadas em círculos privados, mais o vírus se espalha para outros lugares”, defendeu o especialista.

Ao mesmo tempo, o presidente do RKI afirmou que ainda é possível conter a pandemia “respeitando sistematicamente as medidas de proteçcão, mas também ventilando regularmente” os locais fechados.

A Alemanha, como todos os países europeus, enfrenta há várias semanas um forte aumento no número de casos de Covid-19.

As autoridades alemãs intensificaram as medidas contra a pandemia, incluindo a proibição de reuniões. Uma área do sul do país, próxima de Berchtesgaden, determinou um confinamento quase completo.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.