Vaticano. Um caso de coronavírus na residência onde vive o Papa

Fotografia: O Papa dialoga em espanhol com uma criança japonesa, após uma breve visita à colina de Nishizaka, em Nagasaki. Expediente Sínico/Marco Carvalho

O Vaticano anunciou no sábado (17) o registo de um caso de coronavírus na residência de Santa Marta, onde vive o Papa Francisco.

“Foi registado um caso positivo de covid-19 entre os residentes do Vaticano. O paciente, por enquanto assintomático, foi isolado, assim como todos os que com ele conviveram”, afirmou a assessoria de imprensa da Santa Sé. O organismo acrescentou que o contaminado tinha “deixado temporariamente a residência Santa Marta, onde mora”.

O comunicado não deu detalhes sobre o estado de saúde do Papa, que desde que foi eleito se estabeleceu em Santa Marta e não no palácio apostólico: “A saúde de todos os moradores é monitorizada constantemente”, limitou-se a explicar o comunicado.,

Na audiência da última quarta-feira, Francisco evitou o contacto com os fiéis e saudou-os à distância: “Perdoem-me se os saúdo de longe, mas acho que se todos nós, como bons cidadãos, respeitarmos as orientações das autoridades, isso contribuirá para acabar com esta pandemia”, declarou o Papa.

A Itália, onde o vírus já vitimou 36 mil pessoas, tem experimentado uma alta significativa no número de pessoas contaminadas pelo vírus.

Na última sexta-feira, 10.000 novos casos foram registados em 24 horas, um recorde absoluto desde o início da pandemia.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.