Obra “Retratos Luso-Asiáticos de Macau” lançada no Festival da Lusofonia

Álbuns fotográficos, livros de gastronomia, registos sobre a memória e a identidade macaense, volumes sobre a história do território. A edição de 2020 do Festival da Lusofonia arranca ao final da tarde desta sexta-feira, nas Casas Museus da Taipa e o Instituto Internacional de Macau volta a associar-se ao certame.

Até domingo, o organismo vai promover uma pequena Feira do Livro na qual disponibiliza, a preço especial, várias das obras que publicou ao longo dos últimos anos com o apoio da Fundação Macau.

O ponto alto do certame é, este ano, o lançamento de um álbum de fotografia da autoria de João Palla Martins, arquitecto radicado no território. O livro – intitulado ““Retratos Luso-Asiáticos de Macau” – conta com textos em português, inglês e chinês da investigadora Sheyla Zandonai e vai ser apresentado no sábado, no mesmo local, por volta das 19 horas.

A obra, que reúne retratos de um acervo de mais de 500 imagens captadas pelo autor, ao longo de uma década em diferentes locais por onde os portugueses passaram, desde o Myanmar ao Japão, e da Indonésia à Índia, reúne, retratos das fisionomias de luso-descendentes de Macau e de Hong Kong.

As imagens agora reunidas em livro estiveram patentes ao público no ano passado, em duas exposições alusivas ao tema. Uma teve como palco a Universidade de Aveiro, em Portugal, e a outra a Universidade de Macau. Os dois autores farão a apresentação da obra, num evento aberto ao público.

 Entre as obras expostas, figuram álbuns fotográficos e publicações sobre a História de Macau, gastronomia, a memória e  a identidade Macaenses e diversos trabalhos sobre o papel de Macau como plataforma de intercâmbio cultural e económico entre a China e os Países de Expressão Portuguesa e o desafio da sua integração na Área da Grande Baía.

A Feira do Livro volta a contar com a colaboração da Associação de Danças e Cantares Portuguesa “Macau no Coração” e o apoio da Fundação Macau e serão, a exemplo do próprio Festival da Lusofonia, realizadas mediante a adopção das medidas de contingência decretadas pelo Governo para evitar a disseminação do vírus responsável pela pandemia de Covid-19.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.