Vietname. Cheias mataram 18 pessoas e deixaram mais de 46 mil desalojadas

As cheias no Vietname deixaram pelo menos 18 mortos, mais de uma dúzia de desaparecidos e cerca de 46.000 desalojados, informaram na segunda-feira as autoridades do país.

A imprensa oficial exibiu imagens de cidades inteiras submersas pela subida das águas nas províncias centrais de Quang Tri e Quang Nam, depois da região ter sido fustigada por chuvas torrenciais no fim de semana.

A antiga capital imperial de Hue e a cidade turística de Hoi An também foram afectadas.

No total, mais de 100.000 habitações foram inundadas e cerca de 46.000 pessoas ficaram desalojadas, anunciaram as autoridades.

Oito pescadores que foram arrastados pela violência do mar em Quang Tri foram resgatados numa operação organizada pelo exército. No entanto, três pescadores morreram e outros três continuam desaparecidos.

O país prepara-se para a chegada do tufão Nangka, que também está a afectar Macau e o sul da China. A tempestade faz-se acompanhar de aguaceiros e ventos fortes.

Durante a estação chuvosa, entre Junho e Novembro, o Vietname costuma enfrentar condições climáticas muito difíceis. As províncias costeiras do centro do país são as mais vulneráveis.

No ano passado, 132 pessoas morreram ou desapareceram na sequência de desastres naturais no Vietname, de acordo com dados compilados pelo Gabinete Nacional de Estatística vietnamita.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.