Covid-19. Portugal com o pior registo desde 1 de Junho

Portugal registou nas últimas vinte e quatro horas catorze mortes por COVID-19, naquele que é o seu pior registo desde 1 de Junho. As infecções diárias baixaram, no entanto, para 427 novos casos.

Segundo o relatório da Direcção Geral da Saúde (DGS), Portugal conta até ao momento 80.312 contagiados e 2.032 vítimas mortais desde o início da pandemia.

Embora o número de óbitos sofra um aumento, o de contagiados diários começa a baixar, justamente no fim do feriado da Implantação da República, em linha com as descidas que se observam depois dos fins-de-semana.

Pouco mais de metade dos novos casos, 54 por cento, localizou-se na região Norte, enquanto 30,7 por cento foi registado na região de Lisboa e Vale do Tejo, a mais afectada pelo coronavírus.

Quanto a óbitos, a região da capital teve a maioria –  10 dos 14 assinaladas na seunda-feira – seguida do Norte, com três, e do Centro, com uma.

Encontram-se internadas 732 pessoas, mais 31 que no dia anterior, 104 das quais estão nos cuidados intensivos.

Os dados de contágio conhecidos esta segunda-feira são, para Portugal um ligeiro alívio. No domingo, o país registou o seu pior fim de semana no que se refere a infecções, com 1.867 casos novos em dois dias. No mesmo dia, a barreira dos 2.000 falecidos por COVID-19 foi ultrapassada.

Portugal mantém-se em estado de contingência, que impõe restrições horárias aos estabelecimentos comerciais, que não podem abrir antes das 10h, enquanto o encerramento deve ser feito entre as 20h e as 23h, conforme as especificações de cada autarquia.

Por outro lado, as reuniões estão limitadas a um máximo de dez pessoas, embora em centros comerciais e cafés a 300 metros das escolas só possa haver quatro pessoas por mesa.

A Direcção Geral de Saúde recomendou em Setembro a utilização de máscara ao ar livre em locais com muita gente e onde não for possível manter a distância física.

A máscara só é obrigatória em Portugal em espaços fechados, tais como estabelecimentos comerciais, transportes e escolas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.