Número de visitantes caiu 87,2 por cento nos primeiros dias da “semana dourada”

O número de visitantes que assomaram a Macau nos dois primeiros dias da chamada ‘semana dourada’, que decorre entre 1 e 8 de Outubro caiu 87,2 por cento quando comparado com igual período do ano passado.

Nos dois primeiros dias da ‘semana dourada’  – quinta e sexta-feira – entraram na Região Administrativa Especial 37.619 visitantes, indicou a Direcção dos Serviços de Turismo (DST), com base em dados fornecidos pelo Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP). Destes, 35.483 eram provenientes da República Popular da China, uma descida de 86,2 por cento, em relação ao ano passado.

Na quinta-feira, 15.503 pessoas visitaram o território, menos 88,5 por cento do que em 1 de Outubro de 2019, enquanto na sexta-feira, o número de visitantes entrados na região administrativa especial chinesa foi de 22.116, menos 86,1 por cento comparativamente a igual dia do ano anterior.

Em declarações prestadas à imprensa à margem das cerimónias comemorativas do 71.º aniversário da Implantação da República Popular da China, que se assinalou na quinta-feira, o chefe do Executivo considerou que ainda haverá “um longo caminho a percorrer” para que o número de visitantes recupere e se aproxime do volume de turistas que visitaram Macau em 2019.

No ano passado, a RAEM recebeu na ‘semana dourada’ de Outubro, entre os quase um milhão de pessoas.

Para Ho Iat Seng, o número de visitantes pode, eventualmente, estar a ser afectado pelas medidas de prevenção epidémicas em vigor no território e que obrigam os visitantes da República Popular da  China à apresentação de um resultado negativo do teste à covid-19. Por outro lado, o Chefe do Executivo reiterou que, tendo em conta a situação da pandemia a nível mundial, é impossível de momento permitir a entrada de visitantes ou trabalhadores oriundos de outros países que não a República Popular da China.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.