China condena à morte professora que envenenou 25 crianças

Uma educadora de infância foi  esta terça-feira condenada à pena de morte por ter envenenado 25 alunos no infantário onde trabalhava, anunciou um tribunal chinês. Uma das crianças acabou por morrer.

O Tribunal Intermédio da cidade de Jiaozuo, na província de Henan, considerou esta terça-feira Wang Yun culpada de colocar nitrito de sódio nas papas de aveia servidas às crianças que estavam sob responsabilidade de uma colega. O caso remonta a Março de 2019 e a mulher terá agido por vingança.

O nitrito de sódio é um produto químico utilizado para a conservação de carnes, mas é tóxico quando ingerido em estado puro. De acordo com o tribunal, Wang sabia que o produto era prejudicial, mas mesmo assim decidiu envenenar as crianças “independentemente das consequências”.

Não se terá, de resto, tratado da primeira tentativa. De acordo com o tribunal, a professora terá tentado envenenar o marido em 2017, após uma disputa conjugal.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.