Novo primeiro-ministro japonês quer melhor relações com a Coreia do Sul

As relações diplomáticas entre o Japão e a Coreia do Sul, que se foram deteriorando ao longo dos últimos anos, devem melhorar e receber um impulso, afirmou o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga após uma conversa por telefone com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

Este foi o primeiro contacto directo entre os governantes dos dois países desde Dezembro, quando o antecessor de Suga, Shinzo Abe, se reuniu com o presidente sul-coreano Moon Jae-in durante um evento na República Popular da China.

“Eu disse ao presidente Moon que não deveríamos deixar em suspenso a difícil situação que as nossas relações bilaterais atravessam no momento”, declarou Yoshihide Suga à imprensa.

As relações entre os dois países foram abaladas por antigas divergências bilaterais, que remontam à ocupação da península coreana pelo Japão (1910-1945).

Com base na escravidão sexual em larga escala explorada pelo exército japonês durante a Segunda Guerra Mundial ou os trabalhos forçados decretados pelo Japão, os dois países aumentaram nos últimos anos as restrições comerciais mútuas.

Em 2018, o Supremo Tribunal da Coreia do Sul aumentou a tensão ao decidir que as vítimas dos trabalhos forçados tinham o direito de pedir uma compensação ao Japão.

Tóquio considera que a decisão da justiça se opõe a um tratado assinado em 1965 entre os dois países para normalizar as relações e enterrar os problemas históricos.

Os dois governantes também abordaram outros temas urgentes de cooperação, como a luta conjunta contra o coronavírus, a ameaça comum norte-coreana e a necessidade de fortalecer a coordenação com os Estados Unidos da América.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.