Covid-19. Japão deverá aligeirar restrições de acesso

O Japão está a considerar flexibilizar, a partir de Outubro, as restrições de entrada relacionadas com a pandemia da Covid-19, permitindo o acesso de estrangeiros que tencionem ficar no país durante mais de três meses. A informação foi esta quarta-feira avançada pela imprensa japonesa.

Os turistas continuam excluídos deste dispositivo e o número de entradas diárias deverá ser limitado a 1.000 pessoas, afirmam os jornais, numa altura em que o Japão tenta relançar a sua economia e se prepara para acolher as Olimpíadas de Tóquio, evento que foi adiado para 2021.

O Japão proíbe actualmente a entrada de visitantes de 159 países e autorizou apenas, sob rígidas condições, o regresso de residentes estrangeiros desde o início de Setembro.

As autoridades nipónicas também permitiram a chegada de visitantes a título de negócio de sete países e territórios, entre eles a Tailândia, o Vietname e Taiwan.

A reabertura parcial das fronteiras não gerou novos casos de coronavírus no Japão.

Por isso, o governo está a estudar a possibilidade de permitir a entrada de viajantes de todo mundo com vistos adequados, de acordo com diferentes meios de comunicação, entre eles o Asahi Shimbun, que cita fontes oficiais.

Ao ser questionado pela AFP nesta quarta, um funcionário da imigração não quis comentar a informação, limitando-se a declarar que estão em curso negociações com vários países para permitir a entrada de viajantes de negócios.

O governo “estudará uma forma de receber novos visitantes estrangeiros, ao mesmo tempo que vai tentar evitar o ressurgimento de infecções” do coronavírus, disse o porta-voz do governo, Katsunobu Kato, numa conferência de imprensa esta quarta-feira.

As Olimpíadas de Tóquio estão programadas para o Verão de 2021, e o Japão já iniciou discussões sobre como administrar as chegadas e os movimentos de atletas e espectadores.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.