Caxemira. População na rua contra operação policial

Centenas de manifestantes indignados entraram em confronto com as forças do governo em Srinagar, a principal cidade da Caxemira indiana, na quinta-feira (17), após um tiroteio que matou três supostos insurgentes e uma mulher, informou a polícia.

Com base em informações sobre alegados militantes armados escondidos numa casa, forças paramilitares e agentes da polícia de intervenção cercaram o bairro de Batamaloo em Srinagar, a meio da noite. Foi então que o tiroteio começou.

Três supostos insurgentes, aparentemente locais, foram mortos durante a operação, que durou várias horas, tweetou a polícia.

Na troca de tiros, também foi morta uma mulher que estava no local dos confrontos, disse à imprensa o director da polícia, Dilbagh Singh. Um membro das forças paramilitares ficou ferido, acrescentou o responsável.

Quando se soube que as forças de segurança tinham realizado a operação, centenas de habitantes saíram à rua e atiraram pedras à polícia, que reagiu com gás lacrimogéneo.

Os manifestantes gritavam “Viva o Paquistão”, ou “Queremos liberdade”, relatou um fotógrafo da AFP.

Os confrontos armados entre insurgentes e forças governamentais são frequentes no território, mas são bastante raros em Srinagar.

Pelo menos 192 insurgentes, 73 membros das forças do governo e 47 civis morreram desde o início do ano na Caxemira indiana, um território situado no sopé dos Himalaias entre a Índia e o Paquistão. A área é palco de uma insurreição separatista desde há três décadas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.