Covid-19. Trump disposto a trabalhar com a China no desenvolvimento de vacina

O presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, mostrou-se esta terça-feira disponível para trabalhar com a República Popular da China ou com outros países tendo em vista o desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus, apesar de um notório aumento de tensões entre Pequim e Washington.

“Estamos dispostos a trabalhar com qualquer um, desde que nos consiga um bom resultado”, disse Trump, ao ser interrogado sobre se o governo iria colaborar com a República Popular da China no desenvolvimento de uma vacina que pudesse servir os cidadãos norte-americanos, se a República Popular da China fosse a primeira a conseguir desenvolver uma vacina eficaz.

A tomada de posição surge um dia depois de investigadores terem afirmado que a vacina para o coronavírus desenvolvida pela chinesa CanSino Biologics em parceria com uma unidade de investigação militar da China parecia ser segura e induziu respostas imunológicas na maioria dos voluntários que participaram num estudo em fase intermediária e que está a ser acompanhado de perto.

A candidata à vacina da CanSino é uma de uma série de potenciais vacinas que se têm mostrado promissoras nos primeiros testes que envolvem seres humanos.

Trump tem vindo a culpar a China pelo que diz ser a má gestão da pandemia do novo coronavírus. O surto epidémico do novo coronavírus teve origem na cidade chinesa de Wuhan e já matou mais de 140 mil pessoas nos Estados Unidos da América.

“Eu acredito que será possível alcançar resultados muito bons. Já estamos na fase de testes. Ninguém pensou que seria possível”, disse. “Acredito que as pessoas terão a oportunidade de ver algo num período razoavelmente curto de tempo que tenha a ver com terapias e vacinas com muitas probabilidades de serem eficazes”, defendeu Trump.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.