Coronavírus. França autoriza teste clínico com sangue de verme marinho

Um teste clínico que consiste em administrar a pacientes infectados com o novo coronavírus uma solução à base de sangue de um verme marinho com capacidade de transportar oxigénio foi autorizado na França, anunciaram neste sábado os responsáveis pela iniciativa.

Após o aval da Agência Nacional francesa de Medicamentos e Produtos de Saúde (ANSM), há uma semana, a empresa Hemarina, com sede na Bretanha, que desenvolveu o produto, anunciou à AFP que obteve nesta madrugada a autorização do Comité de Protecção de Pessoas (CPP) para realizar o teste, de acordo com o director da empresa, Franck Zal.

A solução é produzida com a hemoglobina da Arenicola marina, que mede entre 10 e 15 centímetros. A hemoglobina da espécie – molécula presente nos glóbulos vermelhos e que tem como missão transportar o oxigênio pelo corpo – é capaz de levar 40 vezes mais oxigénio do que a hemoglobina humana. Ao contrário desta última, contida nos glóbulos vermelhos, a da Arenicola é extracelular.

Este “respirador molecular”, cujo projecto recebeu o nome de Mónaco, é uma “esperança para alivar as UTIs”, explicou Zal. O teste será conduzido numa dezena de pacientes, num hospital de Paris.

Actualmente, não há tratamento para a Covid-19, embora haja vários estudos em andamento.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.