China. Incêndio em Sichuan fez pelo menos 19 mortos

Dezanove pessoas morreram durante um incêndio florestal no sudoeste da China combatido por centenas de bombeiros, que evacuaram moradores próximos, informaram esta terça-feira as autoridades chinesas.

A área ameaçada pelo incêndio, na província de Sichuan, tem baixa densidade populacional, mas a imprensa estatal chinesa revela que várias aldeias, uma escola e uma fábrica de produtos químicos estão sob ameaça do fogo.

Citado pela imprensa local, um funcionário da cidade de Xichang disse que o incêndio começou numa quinta, na segunda-feira, e espalhou-se rapidamente para as montanhas próximas, devido aos ventos fortes. Os mortos são quase todos bombeiros.

Uma evacuação de emergência foi iniciada e mais de 300 bombeiros profissionais e 700 voluntários foram enviados para ajudar no combate ao fogo.

A agência noticiosa oficial Xinhua escreveu que mais 885 bombeiros de outras cidades de Sichuan estão a ser destacados para Xichang, juntamente com 142 carros de bombeiros, sistemas de abastecimento de água e equipamento de combate a incêndios.

Drones estão a ser utilizados para monitorizar o progresso do incêndio.

Além de combater as chamas e retirar moradores, também foram destacadas forças para proteger as principais infra-estruturas industriais.

Há um ano, na mesma área, um incêndio nas montanhas arborizadas de Sichuan matou 30 pessoas, entre as quais 27 bombeiros e três voluntários.

Como em muitos outros países, a China registou, nos últimos anos, mais incêndios florestais devido às alterações climáticas, destruição de habitat e invasão humana em áreas anteriormente selvagens.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.