Coronavírus. Mulher que regressou de Nova Iorque está em estado crítico

A mulher de 50 anos que a 21 de Março chegou ao território proveniente de Nova Iorque encontra-se hospitalizada em estado crítico e é o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus considerado grave pelas autoridades de Macau. A informação foi no domingo avançada pela direcção do Centro Hospitalar Conde de São Januário, que esclareceu ainda que os restantes 26 pacientes internados com covid-19 não apresentam complicações severas.

A mulher chegou a Macau a 21 de Março na companhia dos filhos e como apresentava febre foi encaminhada para o hospital público, onde foi confirmada a infecção pelo novo tipo de coronavírus.

Desde então, a situação clínica da paciente agravou-se, revelou este domingo Alvis Lo Ieng Long, médico que integra a direcção da Centro Hospitalar Conde de São Januário: “Os exames de imagiologia ao tórax, efectuados a 24 e 29 de Março, mostram uma evolução da inflamação pulmonar. Há uma inflamação notória nos pulmões. A paciente tem dificuldades respiratórias e apresenta um baixo teor de oxigénio no sangue”, indicou o clínico, citado pela emissora em língua portuguesa da Rádio Macau.
Os exames a que a mulher foi sujeita foram mostrados na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus: “A infecção ocupa mais de metade do pulmão”, destacou Alvis Lo.
Na mesma conferência de imprensa, o director dos Serviços de Saúde, Lei Chin Ion, reconheceu que “se os sintomas continuarem a agravar-se”, a doente “pode correr risco de vida”. O responsável disse ainda que há “muitos factores” que provocaram o quatro clínico, como a “idade avançada” da paciente: “Macau não consegue ter sempre esta sorte de contar apenas com casos ligeiros”, sublinhou o Lei Chin Ion. O director dos Serviços de Saúde deixou ainda um apelo para que a população se mantenha alerta e cumpra as indicações do Governo no que diz respeito ao combate à disseminação do novo coronavírus.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.