Não poupa ninguém. Políticos e celebridades infectados com o novo coronavírus

A pandemia da covid-19 atinge desde o cidadão comum até aos mais altos responsáveis políticos, como o primeiro-ministro britânico, que se juntou esta sexta-feira às muitas personalidades de todas as áreas infectadas. Algumas sucumbiram mesmo ao novo coronavirus.

As mais recentes personalidades atingidas pelo vírus são o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, que anunciaram estarem infectados pelo novo coronavírus.

Boris Johnson tem “sintomas ligeiros”, de acordo com um comunicado do gabinete do primeiro-ministro. Johnson afirmou que vai ficar em confinamento, mas vai continuar a trabalhar: “Eu testei positivo. Felizmente, meus sintomas são leves e vou continuar a trabalhar em casa e em isolamento”, publicou por seu turno o ministro Matt Hancock na rede social Twitter.

O presidente da Comissão da União Africana (UA), Moussa Faki Mahamat, está actualmente “em quarentena” depois de um dos membros de sua equipa ter testado positivo para o novo coronavírus, segundo fontes da UA.

“A pessoa (infectada) trabalha no escritório do presidente (da Comissão). O presidente e os seus principais assessores fazem parte dos contactos que observam uma quarenta”, disse uma fonte da UA.

Na quarta-feira, a casa real britânica informou que o herdeiro do trono do Reino Unido, o príncipe Carlos, foi infectado pelo novo coronavírus e apresentava “sintomas ligeiros”.

O príncipe Alberto II, chefe de Estado do Mónaco, foi testado positivo, mas o “seu estado de saúde não inspira preocupação”, anunciou o palácio monegasco em 19 de Março.

O negociador-chefe da União Europeia para o ‘Brexit’, Michel Barnier, de 69 anos, anunciou que estava infectado em 19 de Março e, 24 horas depois, o negociador britânico para o ‘Brexit’, David Frost, colocou-se em isolamento após apresentar “sintomas leves” da doença.

A activista ambiental sueca Greta Thunberg disse, na terça-feira, que “provavelmente” está infectada após regressar de da Europa central, tendo começado o confinamento com o seu pai.

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, cuja mulher teve resultado positivo para o novo coronavírus, entrou em confinamento em 13 de Março.

O ex-Presidente finlandês e vencedor do Prémio Nobel da Paz Martti Ahtisaari, de 82 anos, é portador do novocoronavírus.

A chanceler alemã, Angela Merkel, foi colocada em quarentena no domingo após entrar em contacto com um médico contaminado. Um primeiro teste, realizado na segunda-feira, acabou por ser negativo.

O saxofonista camaronês Manu Dibango, lenda do jazz, morreu na terça-feira em França devido à covid-19, aos 86 anos. O dramaturgo norte-americano Terrence McNally também morreu na terça-feira, com 81 anos, por complicações relacionadas ao coronavírus.

O cantor congolês Aurlus Mabélé, figura do soukouss (versão moderna da rumba congolesa), sucumbiu ao vírus na semana passada e em Portugal uma das primeiras vitimas mortais foi o presidente conselho de administração do banco Santander, António Vieira Monteiro.

No dia 22 de Março, o tenor espanhol Placido Domingo anunciou a sua contaminação, dizendo que estava “de boa saúde”.

O ex-produtor de cinema Harvey Weinstein, condenado a 23 anos de prisão por agressão sexual e violação, é portador do novo coronavírus, de acordo com os meios de comunicação norte-americanos.

O comediante norte-americano Tom Hanks e sua mulher, a actriz e cantora Rita Wilson, anunciaram na segunda-feira estarem “melhor” de saúde, depois de quase duas semanas de quarentena na Austrália.

O actor britânico Idris Elba anunciou em 16 de Março que testou positivo para o vírus. O escritor chileno Luis Sepulveda, de 70 anos, que vive na Espanha, foi hospitalizado após ser infectado com o novo coronavírus.

O ex-presidente do Real Madrid, Lorenzo Sanz, morreu em 21 de Março, três dias após ser hospitalizado devido ao novo coronavírus. 

Vários jogadores da equipa de futebol italiana Juventus são positivos, incluindo o campeão mundial francês Blaise Matuidi e o atacante argentino Paulo Dybala.

Outros desportistas de várias modalidades, desde o basquetebol ao voleibol, também foram infectados pelo novo coronavírus.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou cerca de 540 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 25 mil.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.