Sulu Sou quer “fundo anti-epidémico” para fazer face ao rombo económico

O deputado à Assembleia Legislativa, Sulu Sou, defendeu esta sexta-feira a criação de um “fundo antiepidémico” no valor de 10 mil milhões de patacas para responder à crise económica causada pelo surto do coronavírus.

O fundo, de 10 mil milhões de patacas (1,3 mil milhões de euros), serviria para subsidiar directamente o pagamento de rendas e de salários das pequenas e medias empresas (PME) durante o período do surto do coronavírus Covid-19, explicou à Lusa o deputado do campo pró-democrático: “Sempre defendi que, devido ao monopólio da indústria do jogo, o Governo tem a responsabilidade de apoiar as PME, sobretudo por causa da epidemia”, adiantou.

As medidas especiais de apoio económico e social anunciadas na quinta-feira pelo Governo de Macau no valor de 20 mil milhões de patacas (2,3 mil milhões de euros) “respondem às necessidades de muitas pessoas”, disse.

Contudo, “é preciso ainda perceber qual a reacção do público”, e lamentou que “estas medidas não incluam subsídios às rendas e aos salários”.

O deputado mais jovem do hemiciclo argumentou que Macau tem “capacidade estrutural económica para adoptar este tipo de medidas”, mas frisou que “problemas como os altos preços dos imóveis”, a dependência de uma só indústria, “única fonte de turistas”, bem como “as dificuldades de sobrevivência de pequenas e médias empresas não podem ser resolvidos com dinheiro”.

Na quinta-feira, o Governo de Macau anunciou benefícios fiscais para empresas e população, uma linha de empréstimos bonificados para as PME e medidas de apoio social para reduzir o impacto económico devido ao coronavírus Covid-19, estimadas em 20 mil milhões de patacas (2,3 mil milhões de euros).

O secretário para a Economia e Finanças da Região Administrativa Especial de Macau explicou que as medidas excepcionais passam pela isenção ou redução dos impostos, pela abertura de uma linha de empréstimo com juros bonificados, pelo reforço do apoio social, bem como pelo lançamento de vales de consumo electrónico.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.