Falsificou passaporte para apostar em Macau

Um estudante da República Popular da China foi conduzido à esquadra, depois de ter tentado entrar num dos casinos do território com um passaporte falsificado. A informação foi esta tarde avançada pela emissora em língua chinesa da Rádio Macau, que adianta ainda que o jovem terá adquirido o documento com o propósito exclusivo de poder tentar a sorte nas salas de jogo da RAEM.

O jovem, de 20 anos e oriundo de Shenzhen, apresentou-se no casino em questão com um passaporte em tudo idêntico ao original, menos na data de nascimento. O nome e a foto que constavam no documento eram consistentes com o suspeito, mas depois de se certificar  da identidade do jovem com as autoridades do Continente, a Polícia de Segurança Pública comprovou que a idade diferia da que consta nos registos chineses. Depois de interrogado pelas forças de segurança, o jovem confessou que adquiriu o documento na República Popular da China com o propósito de apostar nos casinos de Macau. O suspeito terá entrado no território com o passaporte original, adianta ainda a Ou Mun Tin Toi. A entrada nas salas de jogo está proibida por lei aos menores de 21 anos.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.