Alimentos com cannabis à venda no Canadá a partir de Dezembro

O Canadá tenciona permitir a venda de alimentos com cannabis em meados de Dezembro, anunciou o governo de Ottawa na sexta-feira. O Executivo canadiano esclareceu que produtos como doces e gelados, que podem atrair crianças, não serão permitidos.

As novas regras, que se seguem à legalização do uso da cannabis aprovado no ano passado, deverão entrar em vigor no dia 17 de Outubro. Mas as autoridades acreditam que os produtos só estarão prontos para ser comercializados em meados de Dezembro, dado que a nova indústria vai precisar de tempo para se adaptar aos consumidores.

“As estipulação de regras adicionais é o próximo passo no processo para reduzir os riscos para a saúde pública e para a segurança tanto da cannabis comestível, como dos extractos de maconha (…), contribuindo para a eliminação do mercado ilegal destes produtos no Canadá”, disse o representante do Governo responsável pela liberalização, Bill Blair.

O Governo não vai autorizar, no entanto, alimentos ou bebidas que contenham mais de 10 miligramas de THC, o principal composto psicoativo da cannabis. Para extractos, o máximo será de 1.000 mg por embalagem. As autoridades aconselham, por outro lado, os consumidores a utilizar alimentos ou bebidas com cannabis que contenham no máximo 2,5 mg de THC.

A agência governamental Health Canada explicou que os efeitos da cannabis ingerida podem tardar até duas horas, no lugar dos segundos com que actua após a inalação. O efeito da cannabis é, no entanto, mais forte quando a droga é ingerida.

Os produtores e distribuidores não poderão publicitar eventuais benefícios dietéticos ou terapêuticos da cannabis, nem associá-la a qualquer tipo de bebida alcoólica, o que impedirá a venda da cerveja de cannabis que algumas empresas estavam a desenvolver.

Desde a legalização, no dia 17 de Outubro, 5,4 milhões de canadianos já compraram cannabis, incluindo mais de 600 mil que experimentaram a erva pela primeira vez, de acordo com a agência oficial de estatísticas do Canadá.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.