Pequim aceitou pedido de demissão de Ho Iat Seng

A Assembleia Nacional Popular aceitou o pedido de demissão do presidente da Assembleia Legislativa, Ho Iat Seng, de membro do Comité Permanente do organismo. Liberto de tais funções, Ho pode assim candidatar-se a chefe do Executivo da RAEM.

Ho Iat Seng esteve na capital chinesa para a sessão bimestral de quatro dias daquele que é o órgão supremo do poder de Estado, à luz da Constituição chinesa, onde na terça-feira, de acordo com o jornal de Hong Kong South China Morning Post, os membros do comité aprovaram por unanimidade a saída do ainda presidente da Assembleia Legislativa (AL).

Ho Iat Seng é visto pelos analistas como o candidato apoiado por Pequim, sendo o único a anunciar a pretensão de suceder a Fernando Chui Sai On nas eleições agendadas para a recta final do presente ano.

Ho, de 61 anos, anunciou há uma semana a decisão de se candidatar a chefe do Executivo: “Decidi candidatar-me para o quinto mandato de chefe do Executivo”, afirmou aos jornalistas depois da reunião plenária do hemiciclo do território.

Nesta ocasião, Ho Iat Seng afirmou que esta ainda era uma “decisão preliminar”, por o responsável integrar o comité permanente da Assembleia Popular Nacional chinesa, o que o impedia de ocupar o cargo de chefe do Executivo.

O próximo passo a ser dado deverá ser a suspensão ou a apresentação do pedido de demissão do cargo de presidente da Assembleia Legislativa, como está, de resto estipulado pela Comissão de Assuntos Eleitorais do Chefe do Executivo (CAECE). Ho deverá depois focar-se na sua candidatura ao cargo público mais elevado da Região Administrativa Especial de Macau.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.