Serviços de Saúde registam surto de rubéola de pequena escala

A Direcção dos Serviços de Saúde anunciou esta quinta-feira terem sido diagnosticados 15 casos de rubéola desde o início do ano, no que qualificou de surto epidémico de “pequena escala”.

“Desde Janeiro e até 10 de Abril, foram já registados 15 casos, o que revela um surto epidémico de rubéola de pequena escala em Macau”, indicaram na quarta-feira à noite os Serviços de Saúde, em comunicado. As 14 pessoas afectadas desde o início do mês têm entre 21 e 55 anos e encontram-se em condição estável.

Em 2018, ano em que a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o território livre do vírus, Macau registou apenas um caso: “Há a possibilidade de ocorrer um aumento contínuo de casos de rubéola nos próximos dias, mas não há risco de transmissão comunitária de grande escala”, afirmaram as autoridades, informando que 75 por cento dos residentes locais possuem imunidade contra a doença.

A rubéola é uma doença transmissível aguda do trato respiratório e transmite-se sobretudo pelo contacto com as secreções do nariz e da garganta dos doentes.

Em Novembro, a Organização Mundial de Saúde anunciou que Macau, a Austrália e o Brunei passaram a integrar, com a Nova Zelândia e a Coreia do Sul, um grupo de cinco territórios, entre 37 países e regiões da região do Pacífico Ocidental, livres do vírus da rubéola.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.