Infractores em fuga. Governo admite acordo com Portugal ainda este ano

O Governo admite assinar ainda este ano um acordo sobre a entrega de infractores em fuga com as autoridades portuguesas, no âmbito da política de cooperação judiciária internacional. A possibilidade foi hoje avançada pelo gabinete da Secretária para a Administração e Justiça.

Em comunicado, Sónia Chan referiu que já foi “alcançado consenso sobre o teor” e que as duas partes “estão a efectuar procedimentos internos” tendo em vista a conclusão do processo. A governante prometeu que vai  “fazer os possíveis para acelerar os trabalhos (…) no sentido de o acordo ser assinado ainda este ano”. A intenção já constava do relatório das Linhas de Ação Governativa (LAG) para 2019, apresentado em Novembro passado.

Quanto à transferência entre Macau e a República Popular da China de pessoas condenadas, a mesma responsável indicou que “é necessário algum tempo de preparação, pois é a primeira vez que se está a efectuar negociações regionais nesta matéria”.

Macau tem tem até ao momento quatro acordos sobre a transferência de pessoas condenadas.  O Palácio da Praia Grande assinou acordo com  Portugal (assinado em 17 de Dezembro de 1999, pouco antes da transferência do exercício da soberania para a China), com Hong Kong (2005), com a Mongólia (2012) e com a Nigéria (2018).

Hong Kong. Colisão entre composições fez dois feridos

O embate ocorreu por volta das três da manhã desta segunda-feira, quando a empresa gestora do metropolitano estava a testar um novo sistema de sinalização. A circulação entre as estações de Central e de Admiralty encontra-se suspensa desde então.

Uma colisão entre duas composições do metro da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong fez, às primeiras horas da manhã desta segunda-feira, dois feridos. O embate obrigou à suspensão dos serviços do MTR entre duas das estações mais movimentadas da antiga colónia britânica, Admiralty e Central.

De acordo com a informação veiculada pelo South China Morning Post (SCMP), o acidente ocorreu por volta das 03:00 da manhã, numa altura em que estava a ser testado um novo sistema de sinalização.

Um condutor ficou ferido na perna e o outro inalou fumo, e ambos foram levados para um dos hospitais da cidade, de acordo com fontes policiais citadas pelo diário em língua inglesa.

O serviço do metro entre as estações de Central e Admirality, na linha Tsuen Wan, deverá permanecer suspenso até ao final do dia, indicou o South China Morning Post.

Cinema. Macau promove-se em certame de Hong Kong

O território está desde hoje e até quinta-feira representando no “Hong Kong International Film & TV Market” (FILMART), numa missão que tem como propósito colocar Macau no mapa internacional da sétima arte e promover o seu festival internacional de cinema, anunciou hoje o Governo em comunicado.

Com a presença no FILMART, que decorre até dia 21, pretende-se “divulgar Macau como um local ideal para filmagens, impulsionar o intercâmbio entre a indústria cinematográfica e televisiva de Macau e os seus congéneres internacionais”, bem como promover o quarto Festival Internacional de Cinema do território.

O Pavilhão de Macau no Centro de Convenções e Exposições de Honk Kong é uma iniciativa conjunta da Direcção dos Serviços de Turismo e do Instituto Cultural.

Por outro lado, “a partir de hoje, e durante quatro dias consecutivos, no FILMART, quatro entidades de produção de filmes e televisão de Macau vão realizar intercâmbios e encontros com os expositores e profissionais da indústria (…), para procurar oportunidades de cooperação, e elevar o prestígio internacional da indústria cinematográfica e televisiva de Macau”, pode ler-se numa nota de imprensa esta segunda-feira divulgada.

No ano em que se celebra, o 20.° aniversário do estabelecimento da RAEM, o Pavilhão de Macau mostra vários locais do território que serviram de cenários de cinema ao longo dos últimos 20 anos e, em simultâneo, exibe ainda obras cinematográficas da promoção “Sentir Macau Ao Estilo de Cinema” para promover os locais de filmagem do território.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.