Maioridade alcoólica. Governo quer aumentar idade mínima de consumo para os 18 anos

A Direcção dos Serviços de Saúde está a ponderar a possibilidade de aumentar a idade mínima do consumo de álcool para os 18 anos, foi esta sexta-feira anunciado. O organismo está a estudar a hipótese de equipar a idade mínima para o consumo de álcool ao valor que prevalece em Portugal e na grande maioria dos países.

Actualmente, a idade mínima para o consumo de álcool no território é de 16 anos, valor que, “em princípio” vai subir para os 18, tal “como na maioria dos países” que estabelecem a idade mínima quando uma pessoa atinge a maioridade. A hipótese foi avançada pelo chefe de Prevenção e Controlo de Doenças dos Serviços de Saúde de Macau (SSM), Lam Chong, durante uma conferência de imprensa, realizada no Centro Hospitalar Conde de São Januário.

Sobre a mesa está também a possibilidade do valor do imposto sobre o álcool poder vir a ser reforçado. A Comissão de Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas está também a estudar a possibilidade do valor das multas aos estabelecimentos que vendam bebidas alcoólicas aos menores. Ambas as medidas ainda vão ser estudadas juntamente com o sector da restauração.

As autoridades não divulgaram o valor das multas aos estabelecimentos, mas lançaram a hipótese de ser uma coima semelhante à que acontece com a venda de tabaco a menores de idade. As recomendações avançadas pela Direcção dos Serviços de Saúde seguem agora para consulta pública que deverá realizar-se na segunda metade do ano.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.