Índia. Operação militar fez pelo menos sete mortos na Caxemira indiana

Uma operação militar lançada pelo exército indiano contra os grupos rebeldes que actuam na região da Caxemira custou esta segunda-feira a vida a sete pessoas, noticiou a agência France Presse. A investida militar foi lançada pelo Executivo de Nova Deli em resposta ao atentado que na quinta-feira provocou 41 mortos numa localidade a 30 quilómetros de Srinagar.

De acordo com a France-Presse, as forças indianas identificaram uma algada base dos insurgentes que terão instigado o ataque desferido na semana passada contra uma coluna de um grupo paramilitar que regressava de férias.

Quatro soldados, dois rebeldes do grupo que reivindicou o ataque – o Jaish-e-Mohammed – e um civil morreram na troca de tiros que ocorreu na localidade de Pinglan, na mesma zona do atentado de quinta-feira.

Na madrugada de quinta-feira, as forças de segurança indianas invadiram um alegado esconderijo dos rebeldes no distrito de Pulwama, a 30 quilómetros de Srinagar.

O Executivo de Nova Deli aumentou de 37 para 41 o número de mortos no atentado suicida que ocorreu na quinta-feira na Caxemira indiana e que foi o mais mortífero ataque desde 2002.

Reivindicado Jaish-e-Mohammed, o atentado foi perpetrado com uma carrinha carregada de explosivos. O veículo foi detonada perto de uma coluna de 78 veículos que transportava cerca de 2.500 membros da Central Reserve Police Force (CRPF), uma força paramilitar.

A região de Caxemira é reivindicada tanto pela Índia como pelo Paquistão desde a partição da antiga colónia britânica, em 1947. O exército indiano tem estacionados na parte controlada por Nova Deli cerca de 500.000 efectivos.

Uma rebelião separatista mortífera destabiliza a Caxemira indiana desde 1989.

A Índia acusa o Paquistão de apoiar de forma dissimulada a revolta armada, uma acusação que Islamabad sempre negou.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.