Timor-Leste. Fretilin apresenta queixa por ameaças dirigidas a deputada

A Fretilin, maior partido no parlamento timorense, apresentou esta sexta-feira queixa às autoridades policiais por ameaças a uma das suas deputadas feitas na terça-feira por um membro do público durante um debate no Parlamento Nacional, informou o partido.

Uma delegação em representação da bancada, liderada pelos deputados Francisco Branco e Maria Angélica Rangel, apresentou a denúncia na Polícia Científica de Investigação Criminal (PCIC), em Díli.

“A bancada da Fretilin apela às autoridades competentes, da PCIC e da PNTL [Polícia Nacional de Timor-Leste], para que investiguem o caso e está pronta a dar toda a colaboração necessária para facilitar o processo”, refere um comunicado do partido colocado na sua página no Facebook.

“A bancada da Fretilin exige aplicação de todas as medidas legais contra o autor destas ameaças e que tome medidas para prevenir ameaças ou intenção de intimidar a oposição”, refere.

Maria Angélica Rangel explicou à Lusa que foi directamente visada pelas ameaças num dos momentos em que intervinha no debate com o Governo e com o representante para os assuntos do Mar de Timor, Xanana Gusmão, na passada terça-feira: “Num dos momentos em que estava a intervir no debate eu fiz mais uma pergunta a Xanana. E nesse momento ele levantou-se e disse: aquela mulher que fala contra Xanana vai levar um tiro na cabeça”, explicou. “Disse isso no momento em que eu estava a intervir. Por isso foi uma ameaça directa a mim”, afirmou.

A identidade do individuo responsável pela ameaça deverá ser agora confirmada nas câmaras de segurança do Parlamento, disse.

Na nota hoje divulgada, a bancada da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), apela a todos os cidadãos para que estejam alertas e informem às autoridades sobre quaisquer actividades que ameaçam o processo democrático e a segurança individual ou pública.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.